MilitaresBrasil-
31/10/2012 - A Operação Curumim 2 começa em novembro

31/10/2012 - A Operação Curumim 2 começa em novembro


A Operação Curumim 2 começa em novembro e levará atendimento de saúde à população indígena da Região Amazônica. Durante 30 dias, o aparato militar será empregado no transporte de equipes de saúde, além de infraestrutura e medicamentos até a
ldeias indígenas nas regiões do Alto do Rio Negro, do Alto do Rio Solimões e do Vale do Javari.http://goo.gl/2W9n1

“Essa operação é de grande importância para a Defesa, pois permite a integração com o Ministério da Saúde no sentido de permitir que populações indígenas sejam atendidas em pontos longínquos do Amazonas.”

Coronel Luciano Puchalski, chefe da Seção de Operações Complementares/SC3 do Ministério da Defesa

Foto: Tiago Pegon/SESAI
 Foto: A Operação Curumim 2 começa em novembro e levará atendimento de saúde à população indígena da Região Amazônica. Durante 30 dias, o aparato militar será empregado no transporte de equipes de saúde, além de infraestrutura e medicamentos até aldeias indígenas nas regiões do Alto do Rio Negro, do Alto do Rio Solimões e do Vale do Javari. http://goo.gl/2W9n1 

“Essa operação é de grande importância para a Defesa, pois permite a integração com o Ministério da Saúde no sentido de permitir que populações indígenas sejam atendidas em pontos longínquos do Amazonas.”

Coronel Luciano Puchalski, chefe da Seção de Operações Complementares/SC3 do Ministério da Defesa

Foto: Tiago Pegon/SESAI      
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
31/10/2012 - TCU recomenda parar asfaltamento na 163 na divisa de Mato Grosso e Pará

31/10/2012 - TCU recomenda parar asfaltamento na 163 na divisa de Mato Grosso e Pará

                TCU recomenda parar asfaltamento na 163 na divisa de Mato Grosso e Pará
Fonte: Só Notícias/Alex Fama
              Assessoria/arquivo

O Tribunal de Contas da União recomendou a paralisação e bloqueio de recursos para 22 obras do governo federal devido a graves irregularidades. Dentre elas, está a construção do trecho rodoviário na BR-163 da divisa entre Mato Grosso e o Pará até a cidade de Santarém, já no estado vizinho. A obra é tocada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e, de acordo com o TCU, apenas 39% foram concluídas.

O relatório do tribunal aponta problemas em dois contratos. No primeiro para execução de serviços necessários à realização das obras de implantação e pavimentação e recuperação de erosões na BR-163/PA - segmento: km 0 a km 102,3, é apontado sobrepreço decorrente de quantitativo inadequado. Já no segundo contrato, para execução das obras de implantação e pavimentação da BR-163/PA - segmento: km 537,04 a km 674,56, foi encontrado alteração injustificado de quantitativos.

O primeiro contrato tem o valor de R$ 212,5 milhões e o segundo, R$ 150 milhões. As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

O levantamento faz parte do relatório de consolidação das fiscalizações de obras de 2012 aprovado, ontem. Neste ano, foram fiscalizadas 200 obras por meio do Fiscobras e as correções propostas podem gerar benefícios de até R$ 2,5 bilhões.

As informações subsidiarão a Comissão Mista de Orçamento (CMO), na distribuição de recursos orçamentários para o próximo ano. sonoticias
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp

31/10/2012 - Sargento e soldado do 7°RCMec morrem afogados na Florentina


Sargento e soldado do 7°RCMec morrem afogados na Florentina

Um fato extremamente lamentável entristeceu a comunidade santanense no final da tarde desta terça-feira. O sargento Eberton Soares dos Santos e o soldado Luciano da Silva Borges morreram afogados em um arroio localizado na região da Florentina, no interior do município de Sant´Ana do Livramento, onde a unidade militar realizava operação de treinamento. Ao passar pelo arroio o sargento acabou caindo na água. O capitão do Exército Coradini e o soldado Luciano saltaram na água para ajudá-lo, sem sucesso. O capitão ainda conseguiu sair, mas o sargento Eberton e o soldado Luciano acabaram morrendo afogados. Os corpos foram recolhidos pelos próprios militares, com apoio do Corpo de Bombeiros, que deslocou viatura para o local.
Mais informações na edição de amanhã do Jornal A Plateia.
fonte: plateia
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Atletas militares brasileiros quebram recordes em competição sul-americana

30/10/2012 - Atletas militares brasileiros quebram recordes em competição sul-americana

Atletas militares brasileiros quebram recordes em competição sul-americana

altBrasília, 30/10/12 - Foi com alegria verde e amarela que a delegação desportiva militar brasileira invadiu as ruas de Lima, no Peru, para comemorar a conquista de três medalhas de ouro e a quebra de recordes no XXI Festival Sul-Americano de Cadetes, encerrado no último domingo (28).  Os atletas brasileiros sagraram-se campeões na natação, no pentatlo militar e no tiro, além de obterem bons resultados em outras modalidades. 

O evento reuniu 646 atletas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela e Uruguai. As Forças Armadas brasileiras foram representadas por 68 esportistas, sendo 13 aspirantes da Escola Naval, 22 cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) e 33 cadetes da Academia da Força Aérea (AFA) – 21 dos quais integrantes da equipe feminina. 
Leia mais...  defesa
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp

30/10/2012 - Governador de Mato Grosso busca solução em Brasília para evitar despejo das famílias em Suiá Missú

Governador de Mato Grosso busca solução  em Brasília para evitar despejo das famílias em Suiá Missú




Publicado Terça-Feira, 30 de Outubro de 2012, às 07:34 | REDAÇÃO

  O governador Silval Barbosa busca em Brasília uma solução pacífica e jurídica para o iminente despejo das cinco mil famílias que ocupam as terras de Suiá Missú entre Alto Boa Vista e São Felix do Araguaia, no nordeste do Estado.
 Em audiência na tarde desta segunda-feira (29.10) na capital federal, Silval Barbosa pediu ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ayres Britto que intercedesse junto ao Governo Federal e à justiça federal no sentido de evitar a desintrusão da área para a demarcação da terra Maraiwatsede, já homologada pela Fundação Nacional do Índio (Funai).
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Tentativa do governador fracassa

30/10/2012 - Tentativa do governador fracassa

SUIÁ-MISSÚ

Tentativa do governador fracassa

Presidente do STF disse a Silval Barbosa que judiciário só pode agir se for “provocado” e recomendou que ele procurasse o governo Federal


Galpões foram construídos na área para receber os policiais e agentes que atuarão na retirada dos posseiros da área em litígio
RODRIGO VARGAS
Da Reportagem

Fracassou ontem a tentativa do governador Silval Barbosa de convencer o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto a rever as decisões que autorizaram a imediata retirada de não-índios da Terra Indígena Marãiwatsédé (em Alto Boa Vista, a 1.065 quilômetros de Cuiabá).

Em audiência realizada em Brasília no final da tarde de ontem, Britto disse que o Judiciário só poderia voltar a agir se for “provocado” e recomendou que o governador procurasse soluções para o caso em contato direto com o governo Federal.

Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Silval discute com ministra desocupação da terra em Mato Grosso

30/10/2012 - Silval discute com ministra desocupação da terra em Mato Grosso


Silval discute com ministra desocupação da terra em Mato Grosso
Fonte: Só Notícias com assessoria
 O governador Silval Barbosa (PMDB) se reúne, hoje, com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, em Brasília, para discutir a desocupação da Gleba Suiá Missú, em Alto Boa Vista. O Ministério Público Federal em Mato Grosso protocolou, na quinta-feira (25), um pedido para que a Justiça Federal expeça novos mandados de desocupação da terra indígena Marãiwatsédé. O pedido baseia-se nas decisões do Supremo Tribunal Federal, dos dias 17 e 18 de outubro.

A saída dos fazendeiros e posseiros que ocupam a área indígena deveria ter acontecido até o fim do mês de setembro. Poucos dias antes do fim desse prazo, duas decisões do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) suspenderam a desintrusão, desobrigando, temporariamente, a saída dos ocupantes da área que pertence aos índios da etnia Xavante.

Diante destas decisões, o Ministério Público Federal recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), no sentido de obter uma decisão que restabelecesse as sentenças de primeira e segunda instâncias judiciais que declararam que a terra pertence aos xavantes.

No dia 17 de outubro, o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Brito, deferiu o pedido do MPF e suspendeu os efeitos da decisão liminar proferida pelo TRF1. O recurso ao STJ foi encaminhado pelo Presidente dessa Corte ao STF, por tratar de questão jurídica predominantemente constitucional, e no dia 18 de outubro de 2012 o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Brito, igualmente deferiu o pedido do MPF e suspendeu os efeitos da outra decisão liminar proferida pelo TRF1.  sónoticias
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Aluna do CMSM será jovem Embaixadora nos Estados Unidos da América

30/10/2012 - Aluna do CMSM será jovem Embaixadora nos Estados Unidos da América

Aluna do CMSM será jovem Embaixadora nos Estados Unidos da América
Santa Maria (RS) – No dia 23 de outubro, foi divulgada a lista dos 37 brasileiros que farão parte do Programa Jovens Embaixadores – 2013, nos Estados Unidos da América (EUA). Dos 16.500 inscritos em todo o país, 37 candidatos foram selecionados e, dentre eles, a aluna do 3º ano do ensino médio do Colégio Militar de Santa Maria (CMSM), Luize Bolzan Daniel. Ela integrará o grupo que parte em janeiro de 2013, para três semanas de intercâmbio nos EUA.  resenha

Na primeira semana, os estudantes cumprirão agenda em Washington (DC) e, após, seguirão em subgrupos, para diferentes cidades americanas, onde ficarão hospedados em casa de famílias locais, frequentarão aulas em colégios de Ensino Médio e participarão de atividades de voluntariado.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Exército vai interditar faixa da BR-101 para realizar tapa-buracos

30/10/2012 - Exército vai interditar faixa da BR-101 para realizar tapa-buracos

Exército Vai interditar faixa da BR-101 
          para realizar tapa buraco

         (Fábio Cortez/ArquivoDN)


A partir das 23h desta segunda-feira militares do Exército iniciam uma operação tapa-buracos na BR-101, na altura do semáforo de Cidade Satélite até as imediações de Parnamirim. O serviço deverá ser concluído até às 5h desta terça.
A Polícia Rodoviária Federal orienta que o usuário que precisar usar esse trecho redobre a atenção, lembrando que a pista ficará com duas faixas livres e só uma interditada enquanto o Exército realiza o serviço necessário.
PRF ainda lembra que durante toda a terça o mesmo serviço será realizado na BR-101 entre Parnamirim e Goianinha, em ambos os sentidos.

Fonte: defato
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - Clima volta a esquentar em Suiá Missú , Silval vai à Brasília

30/10/2012 - Clima volta a esquentar em Suiá Missú , Silval vai à Brasília

Clima volta a esquentar em Suiá Missú , Silval vai à Brasília 
Redação 24 Horas News

O deputado Estadual Baiano Filho (PMDB) e o governador Silval Barbosa embarcam para Brasília logo mais às 14h, onde se reunirão com a Ministra Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann às 17h. As autoridades pretendem reverter a determinação da Justiça Federal que obriga os produtores rurais a desocuparem a área remanescente da Gleba Suiá Missú, em Alto Boa Vista, a 1.105 km de Cuiabá.  
 
O clima voltou a esquentar após a chegada na Suiá Missú de 22 caminhões do Exercito transportando mais de 100 homens para o despejo dos produtores. O contingente, acompanhando de Policiais Militares e da Policia Rodoviária Federal, chegou ao local do conflito no inicio da noite de sexta-feira, 26.10, e estão acampados dentro da área.   
 
Segundo Baiano Filho, mais uma vez o Governo de Mato Grosso tentará sensibilizar a União sobre a proposta de transferência dos Xavantes para o Parque Estadual do Araguaia, uma faixa de terra com mais de 220 mil hectares, banhada pelos rios das Mortes e Araguaia.
 
“A transferência dos indígenas seria uma solução sensata para ambas as partes, os produtores permaneceriam nas terras em que viveram por mais de 30 anos, com sua produção e suas famílias, e os indígenas ocupariam uma área de mata virgem, intocada e banhada pelos principais rios do Araguaia”, defendeu o deputado Baiano.
 
A audiência terá a participação do senador Aparecido dos Santos (PR). Responsável por articular o encontro, Cidinho se tornou um aliado na busca de uma solução para o conflito.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
30/10/2012 - MPF pede mandados para retirada

30/10/2012 - MPF pede mandados para retirada

MPF pede mandados para retirada

RODRIGO VARGAS
Da Reportagem

A Procuradoria da República em Mato Grosso pediu à Justiça Federal a expedição de novos mandados para a retirada de todos os não-índios da Terra Indígena Marãiwatsédé, localizada em Alto Boa Vista (1.065 quilômetros de Cuiabá).

O requerimento foi protocolado anteontem e tem como base as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) que, na semana passada, cassaram duas liminares que mantinham suspenso o processo de desintrusão da área – que tem 165 mil hectares e foi homologada para a etnia Xavante em 1998.

“Não há nenhum impedimento para que o juiz federal determine a expedição de novos mandados de desocupação de Marãiwatsédé por todos os não-índios. A desocupação efetiva da área não pode mais esperar”, apontou o MPF, em nota à imprensa.

Marãiwatsédé é alvo de uma disputa judicial que envolve índios, posseiros e fazendeiros da região há 17 anos. A retirada dos não-índios estava marcada para 1º de outubro, mas acabou suspensa por determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Ao julgar os recursos do MPF, o ministro Ayres Britto, do STF, disse que a suspensão, concedida sob o argumento do risco iminente de conflitos, “acabou por conflagrar ainda mais a área territorial em disputa”.

“E o que é pior: em desfavor daqueles que tiveram suas terras esbulhadas há mais de cinquenta anos, por atos de reconhecida má-fé por parte dos invasores”, afirmou o ministro.

Além dos mandados, a Procuradoria pediu que a Polícia Federal reforce o policiamento na área para “evitar confrontos e hostilidades”.

“Os pedidos do MPF incluem, também, a atuação da Polícia Rodoviária Federal no patrulhamento e rondas ao longo dos trechos da BR-158, inclusive durante à noite.”

Outro requerimento diz respeito à necessidade de atuação do Incra para que, em um prazo de dez dias, “inicie um cadastro de todas as pessoas com perfil, ou potencial, para se tornarem clientes da reforma agrária”. 

diario
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 -  Exército Brasileiro se encontra em Alto Boa Vista

29/10/2012 - Exército Brasileiro se encontra em Alto Boa Vista


Exército Brasileiro se encontra em Alto Boa Vista

Por ISAIAS LIMA - sáb out 27, 11:41 am
Os homens do Exército se encontram alojado na escola agrícola do município, e a  entrada da imprensa não é permitida.
Após o Ministério Público Federal em Mato Grosso protocolar, nesta quinta-feira (25/10), um pedido para que a Justiça Federal expeça novos mandados de desocupação da terra indígena Marãiwatsédé, um comboio do Exército Brasileiro se deslocou para o município de Alto Boa Vista na região Norte Araguaia do Mato Grosso, com aproximadamente 100 homens e duas dezenas de veículos, para começar a operação de retirada dos não índios da gleba Suiá Missú. 
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
20/10/2012 - Exército conclui base em Marãiwatsédé

20/10/2012 - Exército conclui base em Marãiwatsédé


Exército conclui base para operação em terra indígena Xavante 

                               STF suspende liminar que impedia desocupação de área Marãiwatsédé

Redação do R7
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - Comboio do Exército segue para ajudar na desocupação da SUIÁ-MISSU em Mato Grosso. Leia Mais...

29/10/2012 - Comboio do Exército segue para ajudar na desocupação da SUIÁ-MISSU em Mato Grosso. Leia Mais...


Comboio do Exército segue para ajudar na desocupação da SUIÁ-MISSU em Mato Grosso

Comboio do Exército segue para ajudar na desocupação da Suiá-Missú em Mato Grosso
 Um comboio de viaturas do Exército passou hoje por Barra do Garças seguindo para da Suiá-Missú, município de Alto Boa Vista(1.105 km de Cuiabá), para ajudar na desocupação da área conflitante entre índios e posseiros há mais de 30 anos. Por determinação da Justiça Federal, a área terá que ser desocupada pelos posseiros para ser cedida aos índios xavantes. 

Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - MPF pede na Justiça Federal de MT saída de produtores de área xavante. Leia mais...

29/10/2012 - MPF pede na Justiça Federal de MT saída de produtores de área xavante. Leia mais...


MPF pede na Justiça Federal de MT saída de produtores de área xavante

Para MPF, não existe impedimento jurídico para desocupação da área.
Retirada de não índios foi interrompida por liminares expedidas pelo TRF-1.

Dhiego MaiaDo G1 MT
Comente agora
Marãiwatsédé Índios (Foto: Reprodução/TVCA)Xavantes lutam há quase 20 anos na Justiça pela
retomada das terras (Foto: Reprodução/TVCA)
O Ministério Público Federal (MPF) protocolou pedido junto à Justiça Federal de Mato Grosso pela total desocupação da Terra Indígena Marãiwatsédé, em Alto Boa Vista, a 1.064 quilômetros de Cuiabá. Pelo pedido do MPF, o processo de desocupação terá que durar até 30 dias.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - Exército conclui hoje construção de base para operação em terra indígena da etnia xavante

29/10/2012 - Exército conclui hoje construção de base para operação em terra indígena da etnia xavante


Exército conclui hoje construção de base para operação em terra indígena da etnia xavante

28/10/2012 - 11h21
Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil
Brasília - As tropas do Batalhão de Engenharia do Exército devem concluir ainda hoje (28) a construção da estrutura que está sendo montada, desde a última sexta-feira (26), na Terra Indígena Marãiwatsédé, em Mato Grosso. Os galpões serão ocupados a partir de amanhã pelas equipes da Força Nacional de Segurança que já estão atuando, de forma precária, desde agosto, na região indígena, ocupada ilegalmente por produtores que desenvolvem atividades agropecuárias no local.
A área de quase 167 mil hectares no norte do estado pertence aos índios da etnia Xavante e vem sendo alvo de disputas entre fazendeiros e indígenas há 20 anos. Há pouco mais de uma semana, depois de várias decisões judiciais divergentes em tribunais de primeira instância, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizaram a desintrusão (retirada) de quase 7 mil não índios do local.
O centro de acompanhamento e controle da retirada também servirá de base para as equipes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Polícia Federal (PF), que darão apoio aos oficiais do Ministério Público Federal em Mato Grosso.
Os trabalhos conduzidos por cerca de 100 agentes do Exército e outros 100 agentes da PF, Funai e Incra devem durar entre 30 e 60 dias, segundo o coordenador-geral da Divisão de Movimentos de Campo e Territórios, Newton Luiz Tubino, em conversa com a equipe de reportagem da Agência Brasil.
“As equipes vão se instalar e aguardar a expedição dos mandados para notificar os posseiros. Esperamos que sejam expedidos, a partir da semana que vem, para que possamos montar a estratégia e fazer a notificação porque é uma área muito grande”, disse.
A expectativa das equipes é que a fase inicial de notificação seja tranquila e que os posseiros não apresentem qualquer resistência. Desde agosto, o governo tem adotado ações preventivas para evitar conflitos na região, como o acompanhamento, pelas tropas da Força Nacional, da área da aldeia e o monitoramento diário da BR-158, pela Polícia Rodoviária Federal. A rodovia que cruza a aldeia foi alvo de dois bloqueios apenas este ano.
“Vamos fazer tudo com calma, porque quanto mais calma melhor para todos. O Incra já está identificando áreas para reassentar os posseiros que têm perfil para o programa de reforma agrária. Ainda não temos dados concretos sobre quem está lá. Quando tentávamos fazer esse trabalho havia resistência, mas agora, com a decisão da Justiça, vamos conseguir”, disse Tubino.

Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - Trote em quartel  é condenado por maioria do Plenário

29/10/2012 - Trote em quartel é condenado por maioria do Plenário


Trote em quartel é condenado por maioria do Plenário

Três ex-militares do Exército foram condenados pelo Plenário do Superior Tribunal Militar a três meses de detenção por lesão corporal leve cometida durante um trote contra um soldado. O julgamento iniciado em agosto deste ano foi interrompido após o pedido de vista do ministro José Coêlho Ferreira e concluído na sessão dessa segunda-feira (22).
Trote em quartel é condenado por maioria do Plenário
Segundo a denúncia do Ministério Público Militar (MPM), a vítima foi abordada por diversos militares que decidiram fazer um trote conhecido como “chá de manta” por ocasião do aniversário do soldado. O militar foi atingido com chutes e socos e chegou a desmaiar três vezes durante a agressão. De acordo com os depoimentos das testemunhas, o soldado gritava durante o trote que não iria suportar a violência.
Na primeira instância da Justiça Militar da União, a Auditoria de São Paulo absolveu os três soldados denunciados pela lesão corporal. O MPM entrou com o recurso no Superior Tribunal Militar pedindo a condenação dos envolvidos.
Retorno de vista
No retorno de vista, o ministro José Coêlho Ferreira defendeu que a absolvição deveria ser mantida, pois a denúncia não individualizou as ações de cada denunciado, o que impossibilitou a certeza sobre como cada um deles teria contribuído para o crime.
O ministro Coêlho também afirmou que não foi realizado o exame de corpo de delito, necessário para comprovar a natureza das agressões. Segundo o ministro, um dos peritos que atendeu a vítima concluiu que os desmaios poderiam ter sido provocados por uma condição neurológica e não havia como garantir com certeza que o trote os teria provocado.
No entanto, o relator do processo, ministro José Américo dos Santos, destacou que as provas testemunhais evidenciaram a violência da agressão e que um exame físico realizado três dias após o trote concluiu que as sequelas sofridas pela vítima não foram superficiais. Para o relator, ficou claro que o trote poderia ter resultado na morte do soldado.
A maioria dos ministros acompanhou o voto do relator e os três ex-soldados do Exército foram condenados a três meses de detenção pelo crime de lesão corporal leve.
(Brasília, 23 de outubro de 2012)  STM
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - Condenado oficial de Marinha por diárias indevidas e custeio de despesas pessoais

29/10/2012 - Condenado oficial de Marinha por diárias indevidas e custeio de despesas pessoais


Condenado oficial de Marinha por diárias indevidas e custeio de despesas pessoais

Um capitão de corveta foi condenado, pelo Superior Tribunal Militar (STM), a mais de cinco anos de reclusão pelos crimes de peculato e estelionato. O oficial foi diretor do serviço de sinalização náutica no Comando do 4º Distrito Naval, em Belém (PA). O STM também condenou seis sargentos e um civil à pena de oito meses de detenção, por estarem envolvidos no estelionato.
Condenado oficial de Marinha por diárias indevidas e custeio de despesas pessoais
O Ministério Público Militar denunciou o ex-diretor pelo crime de peculato por ele ter pagado despesas pessoais com dinheiro público. De acordo com a denúncia, contas de luz, água e telefone da residência do capitão, no valor de R$ 2.300, foram pagas com recursos da administração militar. Na primeira instância da Justiça Militar da União em Belém, o militar foi condenado a três anos e seis meses de reclusão.
O Plenário do STM decidiu manter a condenação do capitão por considerar depoimentos de testemunhas que negaram a versão da defesa de que o oficial não sabia que as contas eram pagas com verbas públicas. O relator do caso, ministro Luis Carlos Mattos, destacou que o valor desviado pode até ser considerado pequeno, mas que punir o crime de peculato significa, em primeiro lugar, proteger a moralidade da administração pública.
Crime de estelionato
Quanto ao crime de estelionato, a denúncia do Ministério Público Militar conta que o capitão ordenava o pagamento de diárias a militares, referentes a missões na Amazônia, que não aconteciam de fato. Neste esquema, mais de R$ 45 mil reais em diárias indevidas foram pagas aos sete sargentos e ao civil que participaram da fraude e também foram condenados no julgamento desta quarta-feira (24).
O Superior Tribunal Militar condenou, por maioria, os denunciados por estelionato, reformando a sentença da Auditoria de Belém que os absolvia. O Tribunal fixou a pena do capitão de corveta em dois anos e quatro meses de reclusão para esse crime, totalizando a pena do oficial, por peculato e estelionato, em cinco anos, dez meses e 24 dias. Já os demais denunciados receberam penas de oito meses de detenção por terem participado do esquema orquestrado pelo capitão.
(Brasília, 25 de outubro de 2012) STM
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
29/10/2012 - Militar condenado por desacato e injúria deve fazer tratamento contra drogas

29/10/2012 - Militar condenado por desacato e injúria deve fazer tratamento contra drogas


Militar condenado por desacato e injúria deve fazer tratamento contra drogas

O Superior Tribunal Militar decidiu condenar um militar do Exército a 20 dias de detenção pelos crimes de desacato a superior e de injúria. A primeira instância da Justiça Militar da União em Bagé (RS) havia absolvido o militar e imposto uma sentença, como medida de segurança, de um ano de tratamento por alcoolismo, dependência de cocaína, maconha e remédios controlados.
Militar condenado por desacato e injúria deve fazer tratamento contra drogas
Os crimes ocorreram em março de 2011 quando o Centro Integrado de Operações de Segurança informou ao Comando da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada que o subtenente agredia a companheira em sua casa.  O Chefe de Estado Maior da 2ª Brigada determinou a um capitão que ele fosse, acompanhado de uma patrulha, até a residência do denunciado para conduzi-lo à delegacia.
O subtenente se recusou a ir à delegacia e agrediu verbalmente e fisicamente os militares da patrulha quando eles foram autorizados a usar da força para obrigar o oficial a entrar na viatura. Já na delegacia, o subtenente agrediu novamente os militares ali presentes com chutes, socos e palavras de baixo calão.
O subtenente passou por exames de sanidade mental que concluiu que o militar era capaz de entender totalmente que praticava os crimes no momento dos fatos. Porém, o laudo também diagnosticou que o subtenente possuía um transtorno psiquiátrico sem tratamento que prejudica a sua capacidade de autodeterminação e julgamento. Por fim, os exames determinaram a presença de álcool e de drogas prescritas no organismo do militar. Em depoimento, o réu disse que era dependente de álcool, cocaína, maconha e remédios contra a ansiedade e depressão.
Em março de 2012, a Auditoria de Bagé levou em conta os laudos médicos e o depoimento do réu para declará-lo inimputável. Com isso, o subtenente foi absolvido, mas o órgão de primeira instância decidiu impor uma medida de segurança que sentenciava o militar a passar um ano internado em uma unidade psiquiátrica.
O Ministério Público Militar entrou com recurso no Superior Tribunal Militar pedindo a condenação do militar. O relator do caso, ministro Carlos Alberto Marques Soares, acatou o pedido e o STM condenou o subtenente a 20 dias de detenção pelos crimes de desacato e injúria. A sentença também recomendou à unidade militar o fornecimento de tratamento ambulatorial ao réu.
Segundo o relator, neste caso, a condenação é mais benéfica ao subtenente. Isso porque a absolvição foi baseada na inimputabilidade do militar, o que impediria o retorno do réu ao serviço militar após o tratamento e também causaria dificuldades para ele arrumar emprego na esfera civil. O ministro Carlos Alberto baseou a decisão nos depoimentos de diversas testemunhas que declararam que durante vinte anos o subtenente foi um militar exemplar, competente e assíduo em suas atividades.
(Brasília, 26 de outubro de 2012) STM
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
27/10/2012 - Polícia Civil investiga morte de soldado da Epcar em Barbacena

27/10/2012 - Polícia Civil investiga morte de soldado da Epcar em Barbacena

Polícia Civil investiga morte de soldado da Epcar em Barbacena


de Barbacena

Ele foi encontrado morto nesta quinta-feira (25)


A Polícia Civil de Barbacena investiga a morte de um soldado da Escola

 Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar). Ele foi encontrado morto com um
 tiro na cabeça nesta quinta-feira (25). Segundo os investigadores, já há 
um suspeito para o crime. 

Os policiais afirmam ainda que o soldado de 19 anos não estava fardado, 
mas que estava indo para a Epcar no momento do crime. As investigações 
continuam.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
26/10/2012 - ONU vai investigar uso de drones por EUA

26/10/2012 - ONU vai investigar uso de drones por EUA

ONU vai investigar uso de drones por EUA
26 Out 2012

 Relator especial para atividades antiterror disse que morte de civis usando aviões não tripulados é "crime de guerra"

Unidade que apurará casos será em Genebra e vinculada a Conselho de Direitos Humanos. segundo o "Guardian"

DE SÃO PAULO


Em um revés para a política antiterror dos EUA, a ONU planeja criar no ano que vem em Genebra (Suíça) uma unidade dedicada a investigar a legalidade de ataques feito por drones, aeronaves não tripuladas, nos casos em que civis foram mortos.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
26/10/2012 - Programa prevê construção de fragatas no país

26/10/2012 - Programa prevê construção de fragatas no país


Programa prevê construção de fragatas no país

Brasil possui hoje modelos que precisam ser substituídos gradualmente
O Navio Patrulha Oceânico (NPaOc) Amazonas (P-120) é o exemplo mais recente da modernização da Marinha do Brasil. - Foto: M
   










O Brasil quer negociar a compra de fragatas no exterior e vincular as aquisições à construção de equipamentos próprios no país. A iniciativa faz parte do Plano de Articulação de Equipamentos de Defesa (PAED), cujos detalhes estão sendo finalizados pelo Ministério da Defesa.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
26/10/2012 - Militares se envolvem em briga em casa noturna de Cabo Frio, RJ

26/10/2012 - Militares se envolvem em briga em casa noturna de Cabo Frio, RJ


Militares se envolvem em briga em casa noturna de Cabo Frio, RJ

Um soldado da PM foi agredido por um oficial da Aeronáutica na boate. 
O soldado teve dois dentes quebrados e o maxilar fraturado.

Do G1 Região dos Lagos

Comente agora
Um soldado da Polícia Militar foi agredido por um oficial da Aeronáutica durante uma  briga em uma casa noturna, no Boulevard Canal, área de bares e restaurantes de Cabo Frio, interior do Rio de Janeiro. O soldado da PM e o segundo-tenente da Aeronáutica estavam de folga. A confusão foi de madrugada quase no fim da festa.
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp

26/10/2012 - PANTERA K2 - Primeiro protótipo inicia ensaios em voo


PANTERA K2 - Primeiro protótipo inicia ensaios em voo

Aeronave será entregue à Aviação do Exército (AvEx) em dezembro, inaugurando um novo ciclo de parceria com as Forças Armadas

Informe HELIBRAS

A entrega do primeiro helicóptero modelo Pantera K2,

Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp
26/10/2012 - Justiça deTaubaté condena capelão apagar indenização a noivos. Leia Mais...

26/10/2012 - Justiça deTaubaté condena capelão apagar indenização a noivos. Leia Mais...


Justiça deTaubaté condena capelão apagar indenização a noivos

Tenente-coronel teria se irritado com atraso da noiva e deixou a igreja. 
Cerimônia ocorreu na capela dentro do Comando de Aviação do Exército.

Luara Leimig da TV VanguardaDo G1 Vale do Paraíba e Região

Capela  (Foto: Carlos Santos/G1)Capela Nossa Sehora do Loreto, localizada dentro do Comando de Aviação do Exército em Taubaté.
(Foto: Carlos Santos/G1)









A Justiça de Taubaté determinou que o tenente-coronel Antônio Carlos Gonçalves, da Força Aérea Brasileira, pague R$ 5 mil de indenização a um casal que ficou esperando mais de uma hora para ter o casamento celebrado na Capela Nossa Senhora do Loreto, que fica dentro da área do Comando de Aviação do Exército (Cavex).
Postado Por: Éder Pr- http://militaresbrasil.blogspot.com
SE GOSTOU COMPARTILHE:
Compartilhe no WhatsApp

Papo Verde Oliva

Pesquisar

NOTÍCIAS DO SITE

Total de visualizações de página

Insira o seu endereço de email, É GRÁTIS

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

OBRIGADO PELA INSCRIÇÃO

FIQUE BEM INFORMADO - AS MAIS LIDAS